Abrir o próprio negócio

Abrir o próprio negócio é o sonho de muitos, mas esbarra sempre na questão do capital inicial e do risco de perder esse investimento ao fazer a escolha errada sobre qual o melhor negócio a empreender. O ideal, para quem não quer se arriscar muito, é buscar um negócio de baixo investimento, que possa ser iniciado na própria residência ou em espaços de trabalho colaborativos, sem os altos custos de um ponto comercial.

No momento da escolha do negócio, a definição do público-alvo — ou nicho — também assume grande importância, já que, tendo isso claro logo no início, o empreendedor poderá fazer pesquisas mais aprofundadas e experimentos direcionados para esse público, para entender qual a real necessidade a ser atendida pelo novo negócio.

Preparamos para você 3 formas para abrir seu próprio negócio, com baixo investimento inicial e custos operacionais mínimos. Confira!

Alimentação e diversão

O negócio de alimentação está sempre em alta por dois motivos principais: as pessoas precisam se alimentar e se divertir. Considerando o segundo ponto, o da diversão, é dele que vem a maior demanda por diversificação.

As pessoas sempre precisam de opções diferentes, de inovação, para que possam sentir que estão tendo novas experiências na vida. Um novo restaurante, um food truck com algo diferente, uma forma de montar uma marmita que fuja do convencional sempre atrairá os olhares. A partir daí, será a qualidade da comida e do atendimento que fidelizará o cliente.

Essa é uma ótima opção para quem quer iniciar um negócio com baixo investimento inicial, pois é possível iniciar a operação sem ponto comercial, apenas colocando o cardápio em um aplicativo de delivery e utilizando o serviço de entrega do próprio aplicativo, por exemplo, eliminando custos operacionais fixos.

Consultoria em negócios e tecnologia

Essa é uma boa opção para quem está sem alternativa por causa da baixa oferta de emprego, mesmo tendo boa formação em uma área, devido às barreiras impostas pelo mercado, principalmente no que diz respeito à idade.

Isso pode ser realizado através da abertura de um escritório de consultoria, atendendo áreas como tecnologia da informação, segurança do trabalho e outros relacionados a administração, que têm boa demanda desses serviços.

Esse escritório não precisa ser em um ponto exclusivo, o que poderia elevar o custo mensal para manter o negócio, mas, sim, na própria casa do consultor ou em um espaço de coworking, que tem toda a estrutura de uma grande empresa, com um custo muito baixo para sua utilização.

Delivery de serviços de beleza e bem-estar

O mercado de beleza é um dos que mais cresce no País, apesar dos percalços econômicos recentes. Com essa alta demanda e a, também crescente, necessidade dos clientes de terem serviços feitos em domicílio, sem ter que se expor ao trânsito pesado e aos riscos de segurança, oferecer serviços como maquiagem, unhas, sobrancelhas, cortes de cabelo, massagens e outros serviços relacionados a beleza e bem-estar é uma ótima pedida.

Para isso será necessário um investimento mínimo em capacitação e equipamentos, podendo o serviço ser divulgado em redes sociais e aplicativos específicos de oferta desse tipo de mão de obra, até que se forme uma clientela fixa.

Através de um negócio próprio é possível ter autonomia de horário, local e com quem trabalhar. Mas o principal é que você poderá escolher com o que trabalhar. Trabalhar com o que gosta será primordial para que você aguente a rotina de um trabalho por conta própria, onde acumulará as funções técnicas e administrativas, vivendo dentro dele vinte e quatro horas por dia. A satisfação virá na proporção do trabalho duro que será realizado.

Gostou de nossas dicas sobre formas interessantes para você abrir o próprio negócio imediatamente? Então compartilhe com seus amigos que também têm interesse em serem donos de seu próprio destino!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *